segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Resenha livro A Seleção - Trinta e cinco garotas e uma coroa

Postado por Mikaela Gonçalves às 13:35
Opa! E aí easten boys and western girls? Wat's up? Hoje tem outra resenha de livro, quem aí estava aguardando ansiosamente? Dessa vez trouxe um livro bem legal que eu linda comprei pela capa julguei o livro pela capa mesmo e gostei tanto que comecei a pirar desejando loucamente o segundo.
Sinopse (skoob): Para trinta e cinco garotas, a “Seleção” é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças de dezesseis e vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço. É a chance de ser alçada de um mundo de possibilidades reduzidas para um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha.
Para America Singer, no entanto, uma artista da casta Cinco, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás Aspen, o rapaz que realmente ama e que está uma casta abaixo dela. Significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes.
Então America conhece pessoalmente o príncipe. Bondoso, educado, engraçado e muito, muito charmoso, Maxon não é nada do que se poderia esperar. Eles formam uma aliança, e, aos poucos, America começa a refletir sobre tudo o que tinha planejado para si mesma — e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que ela nunca tinha ousado imaginar.


Eu estou aqui um bom tempo tentando doar algumas palavras mas fazer resenha desse livro é realmente muito complicado para mim porque ele simplesmente me conquistou, sabe aquele tipo de livro que você compra puramente pela capa, achando a história nem tão boa assim e sem colocar expectativas nele e então BOOM! Seu mundo vira de cabeça para baixo e o livro se torna um dos seus favoritos? Daqueles que você tem até vontade de ler de novo? Bem assim!

Bom, a America é o tipo de personagem que tem a personalidade tão forte que te laça desde o início do livro sabe? Ela tem seus ideais e convicções e não abre mão deles facilmente, isso nela me encanta muito, mesmo que no fim das contas ela me cause um pouco de raiva sendo bem petulante mas isso acaba apimentando o livro.
May, sua irmã, é de longe a personagem mais fofa do livro, dá até vontade de ter uma irmã, já o Aspen, o tal amantezinho da América, que me fazia suspirar nos primeiros capítulos, depois já não faz nem cócegas. Agora, o príncipe Maxon... só lendo para saber HAHA sou bicha má mesmo.

Preciso nem comentar mais uma vez que a capa é linda né?

A história do livro é bem clichê analisando a frios olhos mas é bem escrita e muito envolvente, já emprestei para várias amigas e nenhuma ainda veio me dizer que não gostou, isso é um ponto muito forte não acha? Porém, eu não gostei do final, termina meio que do nada e te deixa com um vazio enorme que precisa ser preenchido lendo o segundo quase que imediatamente! Claro que observando estratégicamente, é genial deixar os leitores loucos pelo outros livros mas não é uma sensação muito boa, principalmente se você não tiver $$ no momento para comprar.

Você pode encontrá-lo aqui para comprar. É uma trilogia escrita por Kiera Cass e com o selo Seguinte da Companhia das Letras.
Já leram? O que acharam?


Sinopse: Para trinta e cinco garotas, a Seleção é a chance de suas vidas. A oportunidade de escapar da vida estabelecida para elas desde o nascimento. Entrar em um mundo de vestido brilhantes e joias de valor inestimável. De viver em um palácio e competir pelo coração do lindo Príncipe Maxon. Mas para America Singer, ser Selecionada é um pesadelo. Isso significa virar as costas para seu amor secreto com Aspen, que é de uma casta menor que a dela. Deixar sua casa para entrar em uma competição acirrada por uma coroa que ela não quer. Viver em um palácio constantemente ameaçado por rebeldes violentos. Então, America conhece Príncipe Maxon. Gradualmente, ela começa a questionar todos os planos que fez para si mesma- e percebe que a vida que ela sempre sonhou não é nada comparada com o futuro que ela nunca imaginou. - See more at: http://www.fomedelivros.com/2012/05/resenha-da-luh-selection.html#sthash.XUQd8hvT.dpuf

0 comentários:

Postar um comentário

 

fuck this shit i'm late Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos